Impostos em excesso: Porque devo fazer uma analise?

Cuide da saúde da sua empresa

Nunca a analise a fundo do pagamento de impostos se mostrou tão necessária para o cenário econômico brasileiro. Isso porque as incertezas do mercado, impulsionadas por discussões políticas acaloradas, em conjunto com um sistema tributário cada vez mais complexo, trazem um cenario de cada vez mais incerteza ao mercado e pagar mais impostos do que deveria pode ser fatal para qualquer empresa. Ainda assim, há quem não compreenda tamanha relevância.

Todo empresario precisa saber que, é possível pagar menos impostos licitamente. Mesmo que burocrática, a Receita Federal dá a possibilidade de determinados negócios recuperarem aqueles créditos tributários que foram pagos indevidamente – claro, seguindo as diretrizes impostas pelo próprio órgão.

Não tenha medo do Leão, a restituição de impostos é seu direito, garantido por lei!

Sabemos que, muitos empreendedores e empresários tem muitas duvidas na questão tributaria pois o sistema tributário brasileiro é extremamente complexo. Decerto, um dos mais complexos do mundo. Logo, é muito comum encontrar empresas que recolhem tributos de forma errada.

No entanto, uma parte dos empresarios, acham arriscado solicitar qualquer devolução de valores da receita, pois ficam com medo de serem perseguidos pelo leão. Contudo, tenha em mente que qualquer movimentação da empresa , no que diz respeito a tributos, já ficam registradas no próprio sistema do fisco. Isso inclui também os recolhimentos indevidos.

É fundamental que o gestor entenda que é mais arriscado para o negócio seguir com os procedimentos errados, do que corrigir no momento em que foi encontrada a irregularidade na operação.

Uma coisa é fato: quanto mais adiar, mais difícil pode se tornar a solução do problema. Consequentemente, a empresa fica mais suscetível às punições da receita.

Por isso é muito importante após a identificação do erro, não somente recuperar o valor ja pago em excesso como também deve ser feita a correção, para estancar a sangria na sua empresa e não correr riscos de multa por estar com registros de NCM errados nos seus produtos.

O que é a NCM?

A Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) é uma Nomenclatura regional para categorização de mercadorias adotada pelo Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai desde 1995, é um sistema ordenado que permite, pela aplicação de regras e procedimentos próprios, determinar um único código numérico para uma dada mercadoria. Esse código, uma vez conhecido, passa a representar a própria mercadoria.

A Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), é fundamental para determinar os tributos envolvidos nas operações de comércio.
Além disso, a NCM é base para o estabelecimento de direitos de defesa comercial, sendo também utilizada no âmbito do ICMS, na valoração aduaneira, em dados estatísticos de importação e exportação, na identificação de mercadorias para efeitos de regimes aduaneiros especiais, de tratamentos administrativos, de licença de importação, etc.

Resumindo: NCM é a identidade do produto. E devem ser registradas de forma correta para a devida tributação.

A NCM contém pouco mais de 10.000 códigos!

Seus códigos são os que definem as alíquotas de impostos no comércio exterior e de diversos tributos internos nas operações com mercadorias, entre outras utilizações.

Você pode ler mais sobre NCM no Site da Receita Federal.

Beneficios da analise de impostos e recuperação dos valores

Em relação à gestão orçamentária, a recuperação tributária se mostra uma estratégia, e investimento, bastante eficiente e promissora.

Afinal, essa é a oportunidade que qualquer negócio tem de, tanto diminuir a carga tributária, quanto obter o ressarcimento de cobranças feitas indevidamente pelo fisco.

O valor recuperado quando entra no caixa pode ser usado para:

  • Pagar dividas a fornecedores,
  • Pagar os funcionarios,
  • Quitar emprestimos que foram feitos e etc.
  • Investir no crescimento da empresa;
  • Abrir uma filial;
  • Investir em especialização;
  • Contratar novos funcionarios etc;

Meu contador ja faz a minha analise detalhada de impostos?

A resposta dessa pergunta você só terá se perguntar a ele (a). Mas a resposta provavelmente será não.

Pois a recuperação tributária não é um trabalho simples, tampouco fácil de fazer.  Tanto a analise, quanto a solicitação da devolução dos valores exigem:

  • Tempo;
  • Sistemas especificos;
  • Dedicação;
  • E principalmente, atenção a detalhes dos pagamentos dos impostos.

Você imagina seu contador com mais de 50, 70, 100 clientes fazendo esse trabalho minucioso mês a mês em cada cliente todo mês antes de lançar os dados no sistema?

Diante de um sistema tão difícil como o que temos hoje, para ser assertivo, uma consultoria tributária conta com processos próprios – que fogem da rotina diária de uma contabilidade convencional.

Para que uma empresa consiga usufruir dos benefícios e vantagens que o planejamento tributário tem a oferecer, é fundamental que ela conte com uma equipe de especialistas dedicados exclusivamente para essa frente. Do contrário, a estratégia pode fracassar.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *