Beneficios fiscais para Médicos

Para falarmos de beneficios fiscais para médicos precisamos entender que, todo empresário deve dar uma atenção especial a tributação da sua empresa, pois em alguns casos os impostos são tão altos que consomem todo o lucro da empresa.

E com os médicos não poderia ser diferente, além de cuidar da saúde e bem estar dos seus pacientes, devem também cuidar da saúde e equilíbrio financeiro da sua empresa e o primeiro passo é contratar uma contabilidade especializada para tomar as decisões corretas para não ser “infectado” pelos impostos abusivos deixando a empresa doente e acarretando até na morte da mesma.

Mas chega de falar da doença e vamos falar da cura.

Profissionais de Saúde possuem vários benefícios fiscais, nos quais vale destacar dois:

Fator R:

Fator R é um cálculo desenvolvido para fazer a definição do anexo onde as empresas optantes do Simples Nacional se enquadram. O cálculo do fator R do Simples Nacional está descrito no artigo de número 18 da Lei Complementar n°123/2006. O resultado dessa conta posiciona o negócio na faixa de tributação correta e no anexo apropriado.

São duas opções de enquadramento: no anexo V ou no anexo III, onde se encaixam as empresas prestadoras de serviços. 

  • O cálculo do fator R é feito da seguinte forma: 

F.R = total da massa salarial/receita bruta da empresa

Dentro de massa salarial está incluso:

  • Folha de pagamento (incluindo encargos trabalhistas);
  • Quantia recolhida para fazer a contribuição previdenciária patronal e de FGTS;
  • Valor gasto nas retiradas de pró-labore, que é o salário dos sócios que atuam diretamente na empresa. 
  • Entram no Anexo III as empresas que apresentarem uma porcentagem maior ou igual a 28%.Fazendo essas mudanças, seu controle financeiro agradece. As saídas com impostos serão reduzidas e fazendo com que sobre mais verba no caixa, que pode ser usado de forma estratégica, seja para montar uma campanha de divulgação, fazer mudanças na infraestrutura ou o que você achar mais apropriado.

    reduzir impostos para médicos

 

Lucro Presumido:

Uma empresa, quando opta pelo Lucro Presumido como regime tributário, tem como base de cálculo para os seus impostos uma presunção do seu faturamento. 

Sendo assim, os profissionais da saúde encontram alguns benefícios fiscais na sua escolha. 

Confira a seguir quais são:

  • O lucro efetivo não é contabilizado no cálculo dos seus impostos;
  • A base de cálculo dos seus tributos é a presunção do seu lucro;
  • A base tributária é fixada por Lei.

Desta forma, caso um negócio tenha obtido um faturamento maior do que a presunção feita, ele pagará uma quantidade inferior de impostos. O que faz com que os profissionais da saúde tenham mais dinheiro no caixa.

Para serviços clínicos e hospitalares, no entanto, a legislação prevê redução de alíquotas dos tributos federais incidentes.

A opção diminui em até 45% a carga tributária. A carga de tributos federais do Lucro Presumido é de 11,33%. Serviços e profissionais de saúde nesse regime têm, ainda, incidência de ISS (Imposto Sobre Serviços) de 2% a 5%, dependendo do município. Assim, a alíquota efetiva dos tributos pode passar dos 16%, de acordo com o faturamento.

São eles: 

  • IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica), 
  • CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) e 
  • PIS/Cofins (Programa de Integração Social/Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social).

De acordo com a situação, a carga total de impostos pode baixar para 9%. Isto é: até sete pontos percentuais (ou quase 45%) a menos.

É de extrema importancia ter sua empresa acompanhada por uma contabilidade especialista de verdade na sua aréa, pois cada caso é um caso, e merece atenção diferenciada em cada passo para sempre tomar as melhores decisões.

Entre em contato conosco e faça uma analise da sua empresa e venha fazer parte da nossa base de clientes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *